quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Amor


"Quando se ama, naquele exacto segundo em que se ama, tem de se acreditar que é para sempre. Mais: tem de se ter a certeza de que é para sempre. Amar, mesmo que por segundos, mesmo que por instantes, é para sempre. E é isso, essa sensação de segundos ou de minutos ou de dias ou de horas ou de anos ou meses, que é para sempre. Ama. Ama por inteiro. Ama sem nada pelo meio. Ama, ama, ama, ama. Ama. Porque é só por aquilo que te faz perder a respiração que vale a pena respirar."

in "O Livro dos Loucos", de Pedro Chagas Freitas


Porque já há muito tempo que nã
o lia uma coisa que fizesse tanto sentido sobre este sentimento :) 


2 comentários:

Diário de uma Alma disse...

Adorei o texto... muito bom :)

Alma Jovem disse...

Também achei :) Bem-vinda!